A Paciência de Pepetela II

A Paciência de Pepetela II

A “experiência de Pepetela” na “selecção de documentos importantes” há muito que tinha sido aguçada. Senão leia-se, o artigo “A Víbora da Cabeça ao Contrário (VCC).” que se reproduz aqui, e que foi escrito a 5 de Maio de 1977 e apenas publicado no Jornal de Angola a 31 de Maio de 1977, “sabe-se lá porquê só nessa data”…

Este membro da “comissão das lágrimas”, teve então um momento de “inspiração criativa”, não apenas para imaginar esta fábula sobre as contradições internas no seio do MPLA e a eventual morte do seu Presidente, mas fundamentalmente como transparecerá para um leitor atento, para denegrir a pessoa de Nito Alves, qual “víbora demoníaca” ali apelidado de serpente, na esteira do que já fizera N’Dunduma que, no campo dos répteis, o tinha já também adjectivado de “lagartixa” bem como de outros impropérios.

Os leitores terão agora dificuldade em perceber quem seriam as personagens de “tão criativa fábula”. Ou seja, quem eram afinal o coelho, o macaco, o cágado, a tartaruga, ou mesmo o elefante, os que ele fez passar por bonzinhos da história. A coruja, diz ele ser a médica que passava o mujimbo sobre a doença que afectava o Leão e que o levou uma vez mesmo a vomitar atrás das árvores. Quanto aos maus, os tais do grupo da víbora, os “fraccionistas”, pô-los como a esta a tombar para a direita, mas ao que a história mostrou não foi para aí que caíram, nem foram eles os responsáveis por derreter o Marxismo em Angola. Ou seja, apenas o Leão não oferece dúvidas. O resto, só com exercícios de pura imaginação.

Quão interessante seria saber como Pepetela identificou nesta fábula as várias tendências a 5 de Maio de 1977. Mas, com muita paciência, talvez ele nos venha em breve explicar quais eram os personagens e a qual dos grupos afinal ele pertencia. Claro só pode ser ao dos bons…

A sua “bondade” como membro da “comissão das lágrimas” ficará então clarificada, e o mais importante ainda, salvará a sua imagem pública nesta aldeia global em que o planeta se tornou hoje e onde ele tem imensos leitores em várias línguas.

Claro que Pepetela tem o direito inquestionável a defender-se, direito esse que foi negado a milhares de pessoas em 1977, e das quais ele “seleccionou testemunhos” para uma campanha de diabolização e extermínio.

Mas já que vão esforçar-se em adivinhar as personagens caros leitores, prestem bem atenção às datas. O artigo é de 5 de Maio de 1977 e ainda não tinha havido “Golpe de Estado”. Afinal Nito Alves só vai ser afastado do Comité Central a 21 de Maio de 1977, e supostamente terá organizado o chamado “Golpe”, entre 21 e 27 do mesmo fatídico mês de Maio de 1977.

Espere-se então com paciência, que Pepetela nos explique quem lhe encomendou a fábula antes de 21 de Maio e quem fez o desenho para humilhar Nito Alves enrolado num cipó. Não me venha ele agora dizer que a caricatura não é do Nito Alves…

Lembrem-se também que, a 5 de Maio de 1977, ainda não havia conclusões da “Comissão de Inquérito” criada pelo Comité Central do MPLA, para apurar a existência do chamado “Nitismo”, e o Presidente Agostinho Neto ainda se referia a Nito Alves publicamente como Camarada.

Que estranha esta antevisão de Pepetela. Afinal, foi no cimo de uma árvore que colocaram Nito Alves para fazer a montagem da sua “suposta” captura, não foi? Uma crónica de uma morte anunciada… Quem fez o desenho em que já se insultava e procurava humilhar Nito Alves? Quem lhe encomendou esta fábula? Afinal parece que, com esta experiência toda, Pepetela tinha mesmo que ser chamado para a comissão das lágrimas para tão arguta “selecção de depoimentos”.


27 de Maio - 28 anos

José Fuso
Sobrevivente do 27 de Maio de 1977


Sugestões

3 Respostas

  1. Inspector diz:

    Isto e uma vergonha…para os que seguem pepetela e tambem para os que seguem o mentiroso do pepetela…isto levanos a conclusão de que a hestoria tuda foi muito bem encenada,,,para para dinigrir a bom imagem do nosso heroi revolocionario,,,Nito Alvez…que a qui mais uma vez mostra a burrise e a corrupção dos menbros do partido mais que vergonha….emfabular uma historia para derramar sangue inocente…….mais ja e sabido pro tudo o mundo que cedo o tarde a verdade a parece e o vigario e apanhado…paz para a alma do nosso heroi Nito Alves…..

  2. Aquenta so diz:

    Nao se esconde nada para sempre! Tenho fe nestas palavras e espero que o dia D nao seja mais fiolento. Mesmo perdendo o que perdi estou disposto a reconsiliacao. Obrigado Pepetela, ja sabemos da historia, so queremo vos ouvir para as nossas almas e as alma dos nossoa antequeridos tenham paz. Ate porque as vossas familias estao completas. O pai do Mano Nito morreu a anos atras nos Dembos, ninquem estava a acreditar que o velho pastor da Igreja metodista Unida fosse o pai do … Sera que a igreja metodista esta tambem a pagar as favas do 27 de maio? Sera que ela e vista como a igreja que trouxe paz e ao mesmo tempo querra? Nos somos muito, nos formamos pela igrja, somos democratas de nascencia, o manguxi morreu po ser dos nosssoa,… nao faz mal, ha de ver!

  3. Carlos João diz:

    Antes de ler a explanacao sobre o artigo de PEPETELA, eu li-o e apercebi-me DO ALTO NIVEL DE “SIMBOLISMO” PROPRIOS PARA LAVAGEM CEREBRAL, criar E ESTIMULAR UMA CACA AS BRUXAS. Se ele foi de facto o autor deste artigo nao temo em acusar-lhe de IDEOLOGO DO 27 DE MAIO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.